Caso de Sucesso: TV Ambev, atualizar-se para destacar-se

A AMBEV é um empresa inovadora em vários sentidos e não seria diferente na comunicação interna. Desde 1998, eles possuem uma TV Corporativa que sempre teve o objetivo de treinar todos os públicos. Atualmente ela resolveu aprimorar o conceito para manter-se atualizada e forte entre os colaboradores.

A AMBEV tem 20 mil funcionários e precisa atingir todos na mesma linguagem e com grande objetivo de contagiar (praticando o endomarketing).

Atualmente o canal continua treinando a equipe de vendas e implantou um tele jornal atual onde um dos apresentadores é o famoso Paulo Bonfá (ex-apresentador do Rockgol da MTV).

Clique aqui para conhecer um pouco mais sobre as iniciativas da AMBEV para manter-se atual e em destaque.

Segue abaixo um vídeo exemplificando o trabalho da Agente AMBEV:

TV Bamerindus e outras tecnologias para a implantação

No Brasil, o tema TV Corporativa começou a ser discutidos nos anos 90, porém implantação e o contagio (demonstrando sucesso) ocorreu nos anos 2000 onde houve a necessidade de comunicar-se diferente. A TV Bamerindus, foi pioneira no assunto e atuou de 1991 a 1997 (até a venda do banco para o HSBC). Essa TV era direcionada e atuava em três frentes: treinamento, jornal audiovisual empresarial e material para entretenimento de clientes (nas filas do caixa). Eram os próprios funcionários os responsáveis de alimentarem a TV e atuarem como jornalistas, a equipe tinha 40 pessoas. O telejornal era veiculado em fitas VHS e disponibilizados certa de 2 mil a 3 mil cópias a cada 15 dias para todo o país.

A organização tinha como premissa: “Ao estudar a comunicação organizacional, antes de tudo é preciso ter em vista que qualquer organização é composta por pessoas e as relações que estabelecem entre si.”

Clique aqui para saber mais sobre a TV Corporativa da Bamerindus.

Essa foi uma TV Corporativa de sucesso que foi implementada em um momento onde a tecnologia não estava tão evoluída. Atualmente existem várias soluções tecnológicas, práticas e eficazes, então qualquer empresa pode fazer e desenvolver a sua!

Existem várias formas de implantar uma comunicação interna assertiva onde utilizam-se televisores para passar a informação. Estou falando de mural digital, TV Corporativa TV Corporativa interativa, informativos on-line e outros. Algumas empresas se especializam em uma dessas possibilidades para fazer o melhor trabalho ao cliente.

Segue abaixo algumas empresas em destaque:

Droid Digital Midia: Essa empresa fornece trabalhos e métodos simplificados para a implantação de TV Corporativa. O diferencial é que eles trabalham com a TV Corporativa interativa: através de monitores comuns, instalam botões interativos, onde o colaborador por definir o que assistirá naquele momento.

TV Player: A TV Player, busca uma visão mais abrangente de mercado e proporciona painéis digitais até soluções em tv corporativa. Eles entendem junto a empresa a necessidade e conseguem adaptar o software. Proporcionam assim, treinamento e capacitação aos colaboradores e responsáveis, além de instalar toda a infraestrutura necessária.

Em seu site, a TV Player traz os benefícios da TV Corporativa. Segue abaixo:

  • Estabelecer um canal de comunicação interna 
  • Promover boas ações internas e externas da empresa 
  • Facilitar o alinhamento estratégico da empresa
  • Divulgação mais dinâmica e atrativa das informações 
  • Trabalhar a marca e a imagem institucionais (branding/brand management)
  • Eficiência em campanhas de EndoMarketing
  • Controle rápido e seguro para gerenciamento de conteúdo
  • Design personalizado de acordo com identidade visual da empresa
  • Eficiência na realização de palestras e treinamentos
  • Promover a motivação e a qualidade de trabalho dos colaboradores
  • Eliminação da poluição visual gerada por murais e cartazes
  • Interligação com representantes, escritórios comerciais, matrizes e filiais 
  • Responsabilidade ambiental com a não geração de resíduos de papel ou plástico
  • Maior agilidade na disseminação de todo tipo de informação (Gerencial, Metas, Visão, Missão)

Veja mais clicando aqui.

Screencorp: A Screencorp é especializada em desenvolver o software para gerenciar conteúdos, trazendo facilidade de implementação, sem sobrecarga de trabalho para equipe de Tecnologia. Neste site você pode começar se cadastrando gratuitamente e descobrir as facilidades da ferramenta. Essa empresa presta serviços para grande empresas como o Habibs e UNIMED. A versão gratuita é o painel digital, essa solução é ótima para iniciar uma nova experiência com informativos na empresa.

Existem grandes possibilidades atualmente, é importante o RH ou a área de comunicação olhar para a necessidade da empresa e adequar!

TV Corporativa em 7 passos

Para iniciar a implantação de uma TV Corporativa é importante levar em consideração itens como: qual a tecnologia vou utilizar? Qual a modalidade de contratação? Quando lançar? Quem vai gerir os conteúdos? Ter alguns direcionadores faz toda a diferença:

O primeiro passo é identificar qual parceiro vou escolher! Lembrando que a ideia deve ser aprovada dentro da organização e estar alinhada com os princípios e missão.

O segundo passo é a definição dos papéis: quem cuidará da rede e como administrar?

O terceiro passo é análise de conteúdo: afinal este é o principal motivo de implantar essa ferramenta – passar conteúdo e conhecimento a todos os colaboradores, visitantes e interessados.

O quarto passo são as telas: onde vou colocar as telas para garantir que as informações sejam transmitidas e vistas.

O quinto passo é garantir uma instalação tranquila e rápida.

O sexto passo é envolver o time e contagiar sobre a importância da TV Corporativa e para que ela vai servir.

O último passo então seria a implantação, o go-live: ir ao ar com grande estilo!

Essas dicas foram retiradas do Slide Share da Comunique-se abaixo disponível:

Case de sucesso: TV Corporativa CPFL Energia

Colaborar com uma empresa que pensa em seus colaboradores faz toda a diferença na qualidade de vida e integração (pessoal e profissional) de uma pessoa.

Para mim, pensar nos colaboradores é dar voz a eles na medida certa! É fornecer informação na medida certa! E é garantir que eles tenham orgulhos de pertencer e vestir a caminha daquela organização. É valorizar os colaboradores para que estes contagiem o público consumidor.

Atualmente trabalho em uma companhia que possui várias formas de encantar o colaborador pelo endomarketing e pela referência nacional no setor e esta companhia possui uma TV Corporativa. Uma TV Corporativa que passa informação de forma consistente e em uma linguagem que atinge todos os públicos, que valoriza todas as áreas da empresa através de reportagens e notícias, que dá visibilidade aos colaboradores e essa, é outra forma de valorizá-lo internamente e proporcionar que todos contribuam com conhecimento e façam parte dessa ferramenta. A gestão dela é pela diretoria de relações institucionais, na área de comunicação interna e isso garante a governança do processo e análise de pautas por um profissional qualificado e que tem visão sistêmica de toda organização.

Neste 3 anos que estou lá, já aprendi muito através das matérias e do mural digital.

Segue abaixo alguns vídeos que foram passados na TV Corporativa e que expandiram para as redes sociais como forma de transparência e de informação sobre o setor de energia:

Nos 100 anos da CPFL:

Programa Preseva – Pensando nos impactos ambientais, a CPFL adota normas e boas práticas:

Lançamento do livro: “Insights de um RH Estratégico” em 2013. Esse post está no site de Alfredo Bottone que foi Diretor de RH do grupo CPFL até 2013: clique aqui para saber mais.

Quer saber mais sobre o início da TV Corporativa da CPFL? Essa ideia surgiu a partir da parceria com a FACAMP, dos alunos de jornalismo: clique aqui.

Esse é um exemplo e um caso de sucesso de TV Corporativa!

Vantagens e Desvantagens (ou insucessos) de uma TV Corporativa

É importante que, antes de implantar algo novo em sua empresa, você avalia as vantagens e desvantagens desta ação. Apresento abaixo as vantagens e desvantagens de uma TV Corporativa:

COMUNICAÇÃO CORPORATIVA EFICIENTE

assertividadeA vantagem é aumentar a performance da empresa por meio da comunicação corporativa eficiente, potencializando o conhecimento sobre o negócio. Para isso, a rotina de comunicação deve ser veloz e eficiente no momento de compartilhar informações, novas diretrizes e outros.

Há desvantagens se a empresa não entender o propósito de comunicar! Além disso, ela precisa saber o que deve ser informado e qual a forma de ser informado, pois isso pode gerar desconforto se a cultura da empresa não tiver essa prática. Então, é importante avaliar pontos como esse para que não haja essa desvantagem.

COMUNICAÇÃO EFICAZ

25-artigoVocê sabia que as pessoas se lembram de 20% das informações que lêem e 30% do que ouvem, mas quando a mensagem é em vídeo a retenção das informações é de 70%? Por esse motivo, os vídeos são praticamente 3 vezes mais eficazes que os texto.

É importante ter clareza do que se apresentará aos colaboradores e a forma de passar a informação deve ser fácil e proveitosa e que não dispersem os colaboradores de suas atividades, por esse motivo, a minha sugestão é que na TV Corporativa tenha um misto de mídias: videos,  notícias e sons agradáveis para cada momento da rotina da organização durante a semana. Informar é uma vantagem, mas pode tornar-se uma desvantagem se dispersar os colaboradores para informações desnecessárias. Fique atento!

MOBILIDADE

3_2-comunicação-integrada-na-empresaGarantir a responsabilidade social e desenvolvimento dos colaboradores conectados por meio de uma TV Corporativa que converse com eles e integre.

 

 

CONFIABILIDADE

  confiabilidade2 É importante que a organização tenha todos seus colaboradores perto dela. Afinal, são os colaboradores internos que auxiliam na divulgação, no orgulho de pertencer daquela organização. É importante dar conhecimento para que ele fique confiante e conheça a organização como um todo.

Trabalhei com as vantagens apresentadas por um fornecedor de TV Corporativa e apresentei minha visão. Para saber mais sobre o trabalho do Grupo Comunique-se, clique aqui.

TV Corporativa: O que é preciso?

Pra ter uma TV Corporativa atualmente, é necessário que a empresa tenha uma rede interna de dados de qualidade (cabo de rede e conectado via HDMI a uma TV), com grande capacidade para o tráfego de dados – lembrando que para a TV Corporativa dimportancia_tveve ser interativa, é importante disponibilizar vídeos e mídias (Multicast IP), ou seja,  não é necessário um sistema de TI muito sofisticado.

Algumas empresas oferecem opções de implantação através de ferramentas como um dispositivo Android, com acesso à internet via wi-fi, ou um software na nuvem onde são passados os conteúdos. Para inserir informações como previsão do tempo e bolsa de valores é necessário o acesso a internet.

Em cada televisor, é instalado um player que transmite os conteúdos. Esses televisores não são como os comuns, eles duram cinco vezes mais que os convencionais. É um investimento grande, mas que vale a pena!

E como transmitir as informações, jornais ou programação? Todo o conteúdo pode ser inserido, alimentado por qualquer computador por meio de navegadores tradicionais. Geralmente é um ambiente na Web, fácil e explicativo.

O conteúdo geralmente é avaliado pela área de marketing ou de recursos humanos, afinal, essas áreas são centrais e detém informações privilegiadas que devem ser transmitidas de forma correta, para garantir a governança da organização. Além disso, essas TVs devem ficar posicionadas estrategicamente para contagiar a todos: locais com grande fluxo de pessoas, espaços onde as pessoas costumam ficar paradas por um tempo –  salas de espera, refeitórios, corredores.

A busca de informação é prática e eficaz através da TV Corporativa.

O que é TV Corporativa? Saiba sua definição e características

mural-x-tv-corporativaAs empresas ampliaram sua visão de comunicação à algum tempo e identificaram que é preciso inovar em todos os aspectos e isso não foi diferente para a área de comunicação: Para substituir os murais, panfletos e jornais impressos que circulavam informações para colaboradores, avisos para os clientes e novos procedimentos e que exigiam ações trabalhosas de atualização e dependia-se de várias mãos mas, muitas vezes, a informação não chegavam a todos. Sendo assim, algumas organizações investiram em sistemas online para comunicar a todos, isso chama-se TV Corporativa!.

A TV Corporativa é o que há de mais modernos e atual no que diz respeito a comunicação interna, endomarketing, atração de clientes (interno e externo) por meio de rede digitais e sociais (interna e externa). É uma ação de mídia indoor digital que abrange a comunicação institucional e apresenta o mercado (e notícias externas) aos colaboradores e afirmo que começa a estreitar o relacionamentos entre a empresa e seus públicos de interesse e interessados.

Contextualizando um pouco mais, na prática de disponibilizar informação, empresas adotaram, inicialmente, murais digitais ou mural eletrônico para informar seus colaboradores as novidades, feitos, prêmios, ou seja, aquilo que a organização vêm fazendo para ser melhor e inovadora sempre na busca de transparência e aproximação com os colaboradores e aqueles que a visitavam. A TV Corporativa, geralmente, fica espalhada por toda a organização (produção, recepção, áreas corporativas…). É prático e eficiente: precisa de poucos profissionais atuando por trás dele, além da organização investir em TV´s (o que reduz o custo, pois não haverá muito mais impressão) e garante informação rápida.

O que a empresa pode disponibilizar através da TV Corporativa? A empresa deve entender a sua missão, visão e valores e incluir temas de interessa como: plano estratégico, lançamento de produtos, prêmio, cotações do dólar e novas regulamentações e tantos outros temas!

É importante conhecer e aplicar o endomarketing!

Possibilidades na Gestão do Conhecimento: Intranet.

gestao_sistemicaAtualmente, existe uma dificuldade instaurada em todas as organizações de manterem o conhecimento na organização. As pesquisas mais atuais publicadas em renomadas revistas do pais e do mundo indica que aqueles colaboradores declarados como talentos (aqueles que se destacam pela aplicação de algo ou por serem visionários – o conceito talento é particular de cada organização, pois deve ter como principio a visão, missão e valor de uma organização), ficam em uma organização por aproximadamente 5 anos, depois buscam novos desafios. Esses talentos fazem a diferença, e como a organização pode utilizar as ferramentas de TI para auxiliar na gestão do conhecimento, para que, toda a carga que esse talento deixar na organização, seja aprimorada por outros talentos, mas que não haja re-trabalho na busca de uma solução, e sim na evolução de processos e projetos. Isso traduz o que toda a organização busca: a produtividade, a entrega do colaborador e a evolução constante para ser inovadora e não ser engolida pelo mercado competitivo.

Garantir a gestão do conhecimento é um grande desafio! Temos que investir em pessoas e garantir que essas pessoas queiram gerir conhecimento para que haja evolução de todos. Ao conhecer e doa esse conhecimento, o colaborador terá mais espaço para ir além, mas isso precisa de conscientização, internalização da nova cultura, patrocínio da alta direção e também dos gestores e líderes.

O papel da gestão do conhecimento é dar  condições aos colaboradores e para que esses consigam depositar todo o seu potencial criativo, colaborativo e também de contribuição para os fluxos e conhecimento das empresas. A tecnologia da informação proporciona explorar novos mundos a partir de soluções de infraestrutura, como as redes de computadores, integração nos softwares e canais de comunicação claros.

Teorias atuais e vários princípios ensinam os gestores a utilizarem a gestão do conhecimento (vide link). O foco dessa pesquisa é ampliar o quanto a dimensão tecnológica por auxiliar na gestão do conhecimento. Com essa visão, o papel principal da Tecnologia da Informação na gestão do conhecimento é dar alcance, possibilidades, sintetizar, concentrar e acelerar a chegada do conhecimento para o cliente final, para o colaborador interessados. Uma organização com esse principio consegue utilizar o Share Point para postar arquivos que dê visibilidade a projetos e processos unificados com outras áreas. Bibliotecas digitais garantem a publicação de artigos e textos internos falando de projetos, projetos, seminários, eventos externos e outros. Páginas de intranet multifuncionais, onde colaboradores possam postar experiências diferenciadas em sua área e dar visibilidade ao trabalho. Isso garante um início para a gestão do conhecimento atrelada a histórico. Toda organização pode incentivar práticas como essa. Atuações como essa proporcionam a organização uma gestão sistêmica de projeto e amplia a visão de seus colaboradores.

Toda essa reflexão foi realizada a partir da leitura da tese de pós-graduação com o título “INTRANETS, PORTAIS CORPORATIVOS E GESTÃO DO CONHECIMENTO: ANÁLISE DAS EXPERIÊNCIAS DE ORGANIZAÇÕES BRASILEIRAS E PORTUGUESAS“. Aproveitem essa leitura.

Possibilidades de insucesso na gestão de uma intranet

Nas pesquisas realizadas sobre intranet não identifiquei nenhum caso de insucesso sebraetec_inovacaopara disponibilizar, mas cabe ressaltar que a implantação de um intranet para ser bem sucedida deve ter o envolvimento de questões tecnológicas e organizacionais (assim com estar alinhada com o planejamento estratégico) além disso, é importante que a equipe responsável pela intranet tenha apoio gerencial e formação suficiente (visão sistêmica do todo) para suprir a necessidade da organização e lidar com a expectativa de colaboradores. Um intranet sem dados e informações é uma ferramenta sem aproveitamento. Da mesma forma, se for alimentada incorretamente, com informações e dados que não contagiam o público alvo. Intranet é comunicação e relacionamento e deve-se haver uma gestão elaborada e assertiva para que haja sucesso. Além disso, é um processo constante e contínuo de evolução, adequação tecnológica e disseminação interna para conhecimento dos colaboradores.

Intranet: Casos de sucesso – HSBC

O HSBC realizou um trabalho de diagnóstico (análise da maturidade dos colaboradores) e implantação de uma intranet corporativa vislumbrando um ambiente colaborativo na empresa, e esse sendo uma importante ferramenta de produtividade.

Após duas fases de diagnósticos foi realizada o aprimoramento do portal já existente em busca de maior governança nos processos, produtividade, interação entre os aproximadamente 3500 colaboradores espalhados por todo o território nacional e qualidade em tecnologia da informação.

Com a evolução a intranet tornou-se mais colaborativa com foco em aprendizado, inovação e compartilhamento.

O diferencial do modelo do HSBC sao os sites departalmental e a comunidade interna criada para apoximar as relações.

Abaixo compartilho o Slide Share que exemplifica e aprofunda os comentários acima realizados.

Boa leitura!