O que é Intranet

O termo intranet surgiu na metade da década  de 90  nos  E.U.A. para resolver problemas de comunicação corporativa,

Muitas   definições   se   referem   à intranet  como sendo uma rede privada de computadores, um portal da empresa com acesso permitido somente aos seus colaboradores, mas o conceito é muito mais amplo.

A intranet   pode  trazer  todas   as  vantagens  e  facilidades de  comunicação adquiridas com  a  internet  para  dentro da   empresa  com a possibilidade de permitir  a   retenção  do   conhecimento  pela organização.

Assim podemos entender a intranet como uma série de sites interligados e que só podem ser acessados de dentro da empresa.

O principal  objetivo  da  intranet   corporativa  é  aplicar  as  ferramentas  e  as tecnologias   da  internet   em   um   meio corporativo obtendo ótimos resultados. Esta ferramenta centraliza  em um  mesmo lugar, todos os tipos  de  comunicação dentro da empresa, com segurança e a um custo benefício muito vantajoso para os negócios da corporação.

As intranets normalmente permitem alguma forma de identificação do  usuário  que está  acessando, normalmente essa identificação é feita através do login e dessa forma é possível restringir o acesso a informações que sejam restritas.

Não é raro que as intranets tenham áreas de acesso restrito. Um gerente tem acesso a informações pertinentes ao seu cargo, o mesmo acontece com os diretores e presidente da empresa. O ideal é que isso seja feito  de forma transparente, sem que o funcionário se sinta menosprezado por não ter acesso a alguma área,

O que é Wiki Corporativo?

Todo mundo que já realizou uma pesquisa na internet conhece a famosa Wikipédia, a enciclopédia livre, site que armazena informações de todo tipo, em que qualquer pessoa (até você!) pode editar, complementar e escrever artigos. O Wiki Corporativo é algo bem parecido: um software que faz parte da Intranet de uma organização em que todos os seus colaboradores podem escrever sobre o que quiserem, que achem pertinente ao contexto corporativo.

Então, o colaborador pode criar qualquer tipo de documento: escrever sobre algum projeto que está implantando na empresa, novidades em sua área de atuação, informações ou dicas sobre algum procedimento interno, etc. Qualquer documento inserido no Wiki Corporativo da organização será compartilhada com todos os seus colaboradores e qualquer um poderá acessar o site como ferramenta de busca e também editar/complementar qualquer conteúdo.

Assim, com o Wiki Corporativo a organização incentiva o compartilhamento de informações e conhecimentos, a interação entre os colegas de trabalho e a comunicação, dando valor aos conhecimentos de cada funcionário (já que todo documento tem o nome de seu autor). Ao mesmo tempo é uma fonte de aprendizado informal dentro da corporação, o que pode até ser considerado uma singela forma de complemento para a educação corporativa.

Ainda tem dúvida sobre o que é Wiki Corporativo? Leia mais em: sabesim e technet!

AS CARACTERÍSTICAS E CONCEITOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

O processo de recrutamento e seleção vem se aperfeiçoando a cada dia com o objetivo de manter e aumentar a produtividade.
Um dos mais problemas encontrados hoje é a falta da mão de obra para ocupar as vagas em aberto, já observei vários casos que pessoas foram chamadas para entrevistas e não apareceu no dia agendado, ou seja, isso nos mostra que além da ausência de conhecimento, há falta de interesse das pessoas em trabalhar e crescer profissionalmente.
Anos atrás o processo de contratação era mais simples, as empresas publicavam as vagas em jornais e revistas, selecionavam os currículos e entrevistavam aquele perfil que mais se encaixava no cargo.
Hoje os objetivos das organizações é criar um planejamento estratégico para recrutar e selecionar de forma eficaz um colaborador.
Como podemos ver, no vídeo abaixo a gerente de Desenvolvimento Humano Jussara Dutra da empresa Senior fala um pouco dessa escassez de mão de obra, e os desafios que a gestão de pessoas tem para atrair um bom profissional e a importância que tem de planejar a avaliar essa pratica

CONCEITOS

RECRUTAMENTO

É ação que divulga a vaga no mercado com objetivo de atrair um candidato com potencial qualificado para a vaga especifica. É importante saber exatamente qual o perfil solicitado para a vaga aberta, quais são a exigências e competências necessárias que deseja explorar.

Temos:

Recrutamento Interno: Esse tipo de recrutamento utiliza os recursos disponíveis da empresa, ou seja, após abertura da vaga existente na empresa, o processo seletivo é feito entre os próprios funcionários existentes, através de promoções, transferências.  A vantagem desse processo é a motivação dos funcionários, estimulando o desempenho, a capacitação, há uma probabilidade do funcionário desempenhar melhor o cargo pois o mesmo já adaptado a cultura da empresa e isso também gera uma economia para empresa com despesas no processo de anúncios de vagas, custos de admissão dentre outros, a desvantagem é que pode ocasionar conflito entre os funcionários que disputam a mesma vaga.
Recrutamento Externo: Esse tipo de recrutamento atrai pessoas externas que não tem nenhum tipo de vínculo com a empresa. A vantagem desse processo é a retenção de novos talentos e experiências, pessoas com ideias novas, e traz a possibilidade da empresa poder contratar dependo do cargo, pessoas com experiências já adquiridas em empresas anteriores, que tenham algum tipo de formação, qualificação o qual a empresa não terá esse tipo de custo para capacitar a pessoa e também a possibilidade até mesmo de contratar um candidato que já trabalhou em concorrentes, ou seja, permitindo  a empresa buscar mais informações desse concorrente e manter a frente do seu concorrente, a desvantagem é que requer um tempo mais longo para esse processo, custo é maior do que uma seleção interna,o risco também é maior, pois não é possível conhecer os candidatos externos e isso pode gerar desmotivação para os funcionários já existente na empresa, pois eles não estão tendo a oportunidade de ser promovidos.
 Recrutamento Misto: Esse tipo de recrutamento as vagas são divididas entre os funcionários da empresa e entre os candidatos externos, onde oportunidade vem primeiro para o interno e se ainda houver vagas será para a seleção externa, então a vantagem é que os candidatos sendo próprios colaboradores da empresa como os externos, tem a mesma oportunidade de seleção e são avaliados da mesma forma.
Para podermos entender um pouquinho mais, o vídeo do globo News fala um pouquinho sobre o recrutamento interno e externo e algumas vantagens e desvantagens:

SELEÇÃO

A seleção vem após o recrutamento, é uma espécie de filtro, onde busca entre os recrutados os melhores para ocupar o cargo, para montar o time, aquele candidato que mais se adequa ao cargo exigido, o mais apto a exercer o papel, que saiba cumprir as regras e as exigências

Seleção

Segundo Chiavenato (1999, p. 112): A seleção de pessoal é um sistema de comparação e a ser de escolha (tomada de decisão). Para tanto ela deve necessariamente apoiar-se em algum padrão ou critério para alcançar certa validade na comparação. O padrão ou critério de comparação e escolha deve ser extraído a partir de informações sobre o cargo a ser preenchido (como variável independente) e sobre os candidatos que se apresentam (como variável dependente). Assim o ponto de partida para o processamento da seleção de pessoal é a obtenção de informações significativas sobre o cargo a ser preenchido. (Chiavenato, 1999, p. 112).

Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO

Recrutamento

e-Learning

e-learning

O porquê do e-Learning

As organizações debatem-se atualmente com um conjunto de problemas estruturais, nomeadamente na área da gestão de recursos humanos. Estes problemas caracterizam-se por estarem relacionados com a formação de pessoal, principalmente com os custos associados a estratégias de formação credíveis.

A implementação de uma solução de e-Learning permite obter redução de custos associados com a formação, nomeadamente através de:

  • Redução dos custos de deslocações e estadias: ao acederem à informação em qualquer local, os formandos não estão limitados à sua área geográfica de atuação, da mesma maneira que são reduzidos os custos com deslocações necessárias para os locais de formação. A redução nas deslocações traduz-se também num aumento de produtividade associado à menor necessidade de se ausentar do local de trabalho;
  • Redução dos custos associados à logística de formação: os formandos poderão aceder à informação sempre que dela necessitarem, não estando obrigados à presença sujeita a marcação de hora e local. Também a disponibilização da informação online permite aos formando a consulta para esclarecimento de dúvidas ou para processos de reciclagem;
  • Acessibilidade, redução de tempo e rápida distribuição: A informação está disponível para todos os colaboradores (ou para os destinatários selecionados) em tempo real, com uma redução do tempo de produção de alterações aos conteúdos o que permite uma rápida distribuição da informação.

A definição de e-Learning

E-Learning é uma modalidade de ensino a distância que possibilita a auto-aprendizagem, com a mediação de recursos didáticos sistematicamente organizados, apresentados em diferentes suportes tecnológicos de informação, utilizados isoladamente ou combinados, e veiculado através da internet.
Alguns termos, apesar de apresentarem certa diferença conceitual, na prática são utilizados como sinônimos de e-Learning. São eles: web Training, web Education, educação à distância via internet, ensino controlado por tecnologia, ensino dirigido por computador etc.

Selecionei um vídeo que apresenta brevemente o e-Learning e suas características e facilidades.

Fonte: http://www.prof2000.pt/users/acr/materiais/ead/elearn2.htm

 

Ferramenta para gestão de pessoas: “Gestão de Projetos”

GESTÃO DE PROJETOS

O que é um projeto?

É um conjunto destinado a atingir um objetivo na produção de um produto, serviço a ser realizado e resultados esperados, por exemplo, a implantação de softwares, construção de um prédio, expansão de vendas, lançamentos de novas marcas e produtos, todos são um projeto, cada qual com seus tipos de recursos a serem definidos.

O gerenciamento de projetos pode ser definido como: “A aplicação de conhecimento, habilidades, ferramentas e técnicas em atividades de projeto, no intuito de atender seus requisitos”. Sendo realizada através de seguintes processos: iniciação, planejamento, execução, monitoramento e controle e encerramento, afim de competir com seus concorrentes.

Projeto

Características de um projeto

  • Realizados em função de uma necessidade específica.
  • Tem um objetivo, definido em função dessa necessidade específica – que pode ser a solução de um problema ou a busca de uma melhoria.
  • Seu resultado é o critério para definir seu grau de sucesso.
  • Início, meio e fim, depende de cada projeto, que muitas vezes é sequência de outro.
  • Inovações, não repetitivo
  • Objetivos claros e definidos

00003368

Segurança da Informação

 

Segurança da Informação 

Segurança da informação é “uma área do conhecimento dedicada à proteção de ativos da informação contra acessos não autorizados, alterações indevidas ou sua indisponibilidade.
A fim de garantir um nível de proteção adequado para seus ativos de informação, as organizações e seus principais gestores precisam ter uma visão clara das informações que estão tentando salvaguardar, de que ameaças e por que razão, antes de poder passar a seleção de soluções específicas de segurança. Grande parte dos dados importantes ao negócio da empresa está armazenada em computadores, por isso as organizações dependem da confiabilidade de seus sistemas baseados em TI; se a confiança nesses dados for destruída, o impacto pode ser comparável à própria destruição do sistema.
Dessa forma, as organizações precisam adotar controles de segurança – medidas de proteção que abranjam uma grande diversidade de iniciativas – que sejam capazes de proteger adequadamente dados, informações e conhecimentos, escolhidos, levando-se em conta os riscos reais a que estão sujeitos esses ativos.
À medida que as empresas tornam-se mais dependentes da informática, mais vulneráveis ficam a crimes e fraudes cometidas com o uso de recursos computacionais. A principal função de impor estratégias de seguranças da informação numa organização é tratar essas informações de acordo com o conteúdo, confiabilidade, autenticidade, de modo que a informação não perca e se danifique, causando prejuízos as organizações.

Uso da Tecnologia em Gestão de Pessoas

Num mercado competitivo como o que vivemos atualmente, a disputa pelos profissionais que fazem a diferença está cada vez mais acirrado entre as empresas. Isto tem desafiado o RH e os gestores a criar formas criativas para atrair e reter talentos. Neste contexto, a tecnologia tem se tornado uma importante aliada aos processos como: buscar os melhores talentos para a organização, automatizar processos de negócio, gerir competências e desempenho, desenvolver talentos, comunicar e interagir com líderes e colaboradores e dispor informações para tomada de decisões, dentre outros.
A tecnologia também contribui para que a gestão de pessoas deixe de ser uma responsabilidade exclusiva do departamento de Recursos Humanos e entre no dia a dia dos gestores e líderes. Realizar consultas, propostas e apontamentos sobre salários, promoções, benefícios, treinamentos, carreira, recrutamento e outros temas está cada vez mais acessível, gerando mais autonomia e agilidade para as tomadas de decisão.
O desafio atual é gerar e analisar informações, permitindo propor ações e acompanhar a implementação com rapidez e confiabilidade, ser parceiro do negócio para vencer os desafios de todos os setores da empresa.
Uma das tendências é fazer uso das redes sociais na gestão de pessoas como: blogs para obter opiniões e checar a satisfação dos colaboradores, perfis e redes de contato para buscar feedback sobre educação, desempenho e desenvolvimento, bem como levantar informações durante o recrutamento e seleção.