6 motivos comuns que levam ao fracasso da implantação de ERP

Como já foi abordado nos posts anteriores, a implantação de um ERP – Enterprise Resource Planning é muito importante para o crescimento e consolidação de uma organização. Porém, existem alguns pontos que podem resultar em insucesso na implantação desse sistema e até da organização (existem casos que levam a empresa a falência!).

Planejamento – o que parece óbvio deve ser levado muito a sério na hora da decisão de implantar o ERP na organização, a começar da escolha da solução perfeita para suas necessidades e a empresa que a melhor oferece. Não adianta gastar milhões em um sistema que não vai se adequar as condutas e a cultura corporativa, assim como ao seu segmento de mercado. É necessário se atentar ao planejamento prévio dos treinamentos e processos diversos.

Desconhecimento – é preciso que todas as áreas da organização saibam da decisão de implantação do ERP e os gestores ou funcionários-chave de cada setor tenham liberdade para apontar as necessidades da área quanto ao sistema, para assim se adequar a empresa como um todo. Vale lembrar que o melhor jeito é ter tudo documentado.

Não se preparar para mudança – a preparação da organização para receber o novo sistema e o treinamento adequado de seus colaboradores para o utilizarem corretamente é fundamental para o sucesso da implantação do ERP.

Processos indefinidos – é importante que a organização desenhe o fluxo de processos empresariais se adequando ao sistema ERP, facilitando até o treinamento dos colaboradores que utilizarão a nova ferramenta.

Migração de informações de forma errada – todos os dados e informações da organização devem ser passados para o sistema ERP de forma correta para garantia do bom funcionamento da ferramenta e do sucesso da implantação.

Testes – do tempo total de implantação, 20% a 40% deve ser usado para rodar testes no sistema, segundo especialistas – e tudo deve ser documentado – por motivos de segurança e confiabilidade.

Vale lembrar que o sistema deve estar sempre atualizado e o suporte do fornecedor é muito importante para isso ser realizado de forma correta!

Você pode ler mais sobre isso nos links base para construção desse artigo: brasaosistemasartsoftsistemas e maiati.

Saiba tudo sobre ERP!

Sabe aquele sistema que você abre todos os dias no computador da sua empresa e só fecha quando acaba o seu horário de trabalho? Muito provavelmente é um sistema ERP – Enterprise Resource Planning ou, em português, Sistemas de Planejamento dos Recursos da Empresa. Este tem como principal função integrar as áreas de uma organização através de módulos de um software que trabalha com um único banco de dados.

O ERP surgiu quando perceberam a falta de comunicação que existia entre o sistema das áreas de uma empresa, pois não existia o banco de dados em comum e informações acabavam se perdendo, tornando a organização menos eficiente. Atualmente, em organizações que possuem um sistema integrado ERP, as áreas financeira, contabilidade, produção, marketing, recursos humanos (todas as áreas da organização), alimentam todos os dias o mesmo banco de dados, utilizando seus próprios módulos, possibilitando a comunicação entre elas e facilitando o planejamento de seus recursos, tornando a organização mais eficiente.

Existem muitos tipos de sistemas ERP disponíveis no mercado, desde o software livre, aquele que não é necessário nenhum investimento financeiro para implantar na organização, até aqueles desenvolvidos especialmente para sua organização, com exatamente tudo que ela precisa, que normalmente é necessário um alto investimento financeiro para sua implantação.

Quer saber mais sobre ERP? Nos próximos posts tem mais!